segunda-feira, 9 de março de 2015

Conselheiro Vivo 2015 inicia nesta terça-feira, 10

Com o tema “Artes para escrever histórias”, tem início nesta terça-feira, 10, a edição 2015 do Conselheiro Vivo, em Quixeramobim, cidade natal de Antônio Conselheiro.

Conforme a coordenação do evento, a programação, alusiva ao mártir de Canudos, segue até sexta-feira, 13 de março, feriado municipal que marca o aniversário de Antônio Conselheiro, ápice das atividades com apresentação da proposta de criação na cidade do Centro de Memória e Artes do Belo Monte. A importância de um Lugar dinâmico de pesquisa e atividades artísticas será debatida em uma Mesa Redonda com a participação do Professor Emérito da Universidade Federal Fluminense (UFF), Doutor Paulo Emílio Matos Martins, e do artista visual Alexandre Veras, desenvolvendo Projetos no campo audiovisual e realizando vídeos com grupos de jovens da cidade.

“De longa data, temos uma ideia forte para o Ceará, em Quixeramobim, cidade do Conselheiro, para funcionamento de um Centro respeitado de pesquisa, na altura da importância para o Brasil de Antônio Conselheiro, personagem de repercussão internacional. Reunindo forças, aposto que pode ser viabilizado esse espaço e por isso viajo com muito ânimo, para reencontrar pessoas e estar em contato com outras que se inseriram nessa missão, esperando que juntos possamos definir rumos nesse sentido”, disse o professor Paulo Emílio, que possui um dos maiores acervos do país sobre Conselheiro/Canudos, com parte já doada para o Projeto, que ele comentará, a partir dos documentos, na sua participação durante o Conselheiro Vivo, na sexta, 18h, na Casa Antônio Conselheiro.

Coordenador Geral do Conselheiro Vivo 2015, o historiador Aílton Brasil, que trabalha com documentos impressos na cidade, vê o momento como possibilidade de que a proposta seja recebida institucionalmente pelo município e entidades participantes, através da definição de local para sede e estrutura inicial, como material básico específico e pessoal habilitado, a ser alocado, para atuar diretamente na proposta.

 “Temos a grande contribuição do professor Paulo Emílio, a força e entusiasmos de Alexandre Veras e os jovens que com ele atuam. Recebemos vários apoios informais em contatos feitos, por exemplo, com o Iphan Ceará, o Arquivo Público Estadual, a Universidade Estadual da Bahia (UneB) e outros centros de pesquisa pelo país. Esperamos que a proposta seja compreendida institucionalmente pela Secretaria Estadual da Cultura (Secult CE) e pelo município, através da Câmara Municipal, com quem já conversamos, e do prefeito, com adesão na prática aos encaminhamentos necessários”, vislumbra Brasil,  presidente da ONG Iphanaq, confirmando que entre as proposta de locais está a Casa de Câmara e Cadeia, único prédio na cidade tombado pelo patrimônio nacional, com possibilidade de funcionamento para que o Centro inicie suas atividades.

O Conselheiro Vivo tem início na terça, 10, 7h, com caminhada pelas ruas do Centro de Quixeramobim. A abertura oficial ocorre às 19h, na Casa Antônio Conselheiro, com apresentação da proposta de 2015 e abertura da 2ª Feira do Belo Monte, com barracas de produtores da Agricultura Familiar e Música com sanfoneiros, em frente à Casa de Antônio Conselheiro, no Centro da cidade.

Ao longo da semana, a programação segue com lançamento de produtos artísticos e linguagens artísticas diversas (livros, vídeos, teatro, poesia, música) e atividades das escolas, com participação marcante nos últimos anos. Na quinta-feira, 12, ocorrem atividades na Comunidade de Tigre, onde Conselheiro atuou como professor, entre a saída de Quixeramobim e a chegada aos sertões baianos. Além de entrevistas e informações – nas emissoras locais e pelo www.patrimoniovivo.org.br - , diariamente serão realizados debates na FM Canudos 106,7 com organizadores e convidados que participarão a cada dia do Conselheiro Vivo.

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo