terça-feira, 26 de maio de 2015

STDS anuncia capacitação profissional para 12 mil jovens neste ano

Nesta terça-feira, 26, às 14 horas, a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social lança oficialmente as primeiras turmas de capacitação profissional do Projeto Primeiro Passo, cuja meta é qualificar 12.000 jovens para o mercado de trabalho ao longo de 2015. O projeto oferecerá cursos nas áreas de Turismo, Vendas, Estética, Bombeiro Hidráulico, Confecção de Pranchas de Surfe, Conserto de Ar Condicionado, Manutenção de Computadores, Corte e Costura, Doces e Salgados, Gastronomia, Mecânica de Motos e Autos, Montagem de Móveis, Panificação, Pedreiro, Textura em Paredes, Serigrafia Artesanal, Xilogravura, Assistente Administrativo, Assistente de Logística, Alimentador de Linha de Produção, entre outros. Os cursos atendem demandas dos mercados locais.

O Primeiro Passo oferece 2.000 vagas para a linha Jovem Estagiário, que contempla estudantes da 1ª e da 2ª séries do Ensino Médio. Os alunos são encaminhados para estágios em instituições públicas ou privadas, com duração de um ano e são remunerados pela empresa conveniada com o projeto. Os interessados em participar da seleção ainda podem se inscrever pelo link: http://www10.stds.ce.gov.br/jovemestagiario/.

A STDS capacitará também 2.500 jovens na linha Aprendiz, com vagas preenchidas na capital e em mais 33 municípios do interior. Outros 5.000 jovens deverão ser qualificados na linha de ação Jovem Bolsista, que, da mesma forma, atenderá capital e interior, por meio de parceria com prefeituras e associações. Já a linha de ação Empreendedor Juvenil oferecerá 2.500 vagas para capacitação à distância, com atividades presenciais, na área de empreendedorismo.

Durante o lançamento das turmas de 2015, o titular da STDS, Josbertini Clementino, assinará termos de adesão com as secretarias da Justiça e Cidadania (Sejus), da Fazenda (Sefaz), Receita Federal, Coordenadoria Especial de Políticas Públicas da Juventude da Prefeitura de Fortaleza, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça do Ceará, Tribunal Regional do Trabalho, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/CE), Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas), Iprede e Associação Peter Pan.

Mudança acelera processo adotivo

O Dia Nacional da Adoção deste ano, celebrado ontem, veio com mais esperança para as centenas de crianças cearenses à espera de um novo lar. Mudanças no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) prometem simplificar e acelerar os processos adotivos no Brasil, novidade que pode trazer alento a 433 pretendentes e 102 crianças e adolescentes do Estado na fila de espera.

A principal inovação promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é a interligação nacional de dados sobre as crianças disponíveis para adoção e os possíveis adotantes. No modelo anterior, as informações ficavam restritas ao estado de origem do credenciamento. Caso não houvesse meninos ou meninas no perfil solicitado pelos pretendentes, os titulares das Varas de Infância e Juventude precisavam consultar os cadastros de outros locais, acarretando mais demora no procedimento.

Os juízes também receberão notificações sobre pretendentes na fila de adoção. "No caso de não ter pretendentes no Ceará, já haverá uma notificação dizendo que existe algum interessado no Rio de Janeiro ou no Rio de Grande do Sul, por exemplo. Isso vai poupar o tempo que se gastaria buscando nas listas de outros estados", explica a defensora pública Juliana Andrade, supervisora das Defensorias da Infância e da Juventude do Ceará.

Outra importante mudança, afirma ela, diz respeito à maior facilidade no preenchimento dos cadastros pelos adotantes. O total de itens requisitados passou de 35 para 12, restando apenas dados indispensáveis. O processo de habilitação dos pretendentes permanecerá o mesmo.

A defensora ressalta que algumas dificuldades podem comprometer as melhorias, como a falta de estrutura em comarcas nas cidades do Interior. "Nem todos os municípios têm cadastro. O ideal seria um esforço para que houvesse cadastro em todo o País", afirma Juliana. (Do Diário do Nordeste)

Documentário sobre Milton Nascimento

Milton: documentário
Vem aí um documentário sobre Milton Nascimento. A Ancine acaba de aprovar projeto para o filme que custará 938 000 reais. Milton Nascimento – Pelo Mundo será produzido pela Terra Firme Produções Cinematográficas. (Do Radar Online)

Ceará vai requerer estado de emergência para 155 cidades

1
Foto: Roberto Crispim
A informação foi dada ontem, pelo titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Dedé Teixeira, durante a reunião semanal do Comitê Integrado da Seca, que acontece no Comando do Corpo de Bombeiros Militar, na capital. Apesar de ser um número parecido com o das cidades onde foi decretado o estado de emergência no ano passado, a expectativa do governo é que em 2015 haja um custo maior nas ações de combate à seca, especialmente para a Operação Carro-Pipa. De acordo com Dedé Teixeira, os centros de captação de água estão mais distantes, o que aumenta as despesas para o atendimento das demandas hídricas.

Durante a reunião também foram debatidos o Programa Água para Todos, que consiste na construção de cisternas por meio de parceria entre o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e os Estados. Segundo o secretário, a ideia do governo do Estado é revitalizar essa iniciativa, que tem sido "alardeada pela mídia" sobre suposta inserção da iniciativa privada.

Safra
Dedé Teixeira informou que, até o fim deste mês, haverá uma avaliação dos prejuízos da agricultura de sequeiro. Ele explicou que os relatórios já começaram a ser enviados, embora o pagamento de seguros somente ocorra quando há perda superior a 50% do cultivo. "São recursos pequenos, mas importantes para os produtores que perderam suas safras".

O gerente do Núcleo de Respostas da Defesa Civil do Estado, capitão Nilson Uchoa, disse que o cuidado que está sendo mantido é para atender às exigências do governo federal. Segundo Uchoa, a apreciação dos pedidos de estado de emergência considera que pleitos atinjam os parâmetros estabelecidos pelas normas requeridas.

A reunião do Comitê Integrado de Combate à Seca ocorre sempre nas manhãs das segundas-feiras e, por mais uma vez, foi fechada à imprensa. Apesar da participação dos órgãos governamentais estaduais e representações da sociedade civil, uma ausência sentida foi a do representante do Dnocs, que abordaria o Programa Água para Todos. Também não houve a presença de integrantes do Exército Brasileiro, responsável pela Operação Carro-Pipa na zona rural. Segundo Dedé Teixeira, muitos dos pleitos em discussão já se inserem Plano Estadual de Convivência da Seca, lançado pelo governador Camilo Santana, em 25 de fevereiro passado.

O agravamento dos efeitos da seca tem intensificado os pedidos de estado de emergência. Somente nesta semana, mais 50 cidades terão seus pedidos apreciados. O drama ocasionado pela falta d'água no Interior também esteve na pauta de discussão do governador Camilo Santana e da presidente Dilma, em Brasília, na semana passada. (Do Diário do Nordeste)

Deputado do PT acusa Cunha de agir de forma "ditatorial" na reforma política

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, admitiu na tarde desta segunda-feira, 25, a possibilidade de os parlamentares não conseguirem aprovar mudanças relevantes ao sistema brasileiro na votação da reforma política. Se isso acontecer, o peemedebista disse que não encararia como uma derrota pessoal. "Não aprovar nada significa que a maioria dos parlamentares decidiu ficar como está", afirmou.

Cunha alegou que havia um "sentimento" entre os líderes partidários de levar o tema diretamente para o plenário, sem a aprovação do relatório final na comissão especial. "Não vejo chance de o relatório da comissão passar pelo plenário", afirmou Cunha, negando que esteja "jogando fora" o trabalho do colegiado que se reuniu por meses discutindo o assunto.

O presidente da Câmara disse não ser contra o parecer do relator Marcelo Castro (PMDB-PI), mas argumentou que há consenso entre as lideranças de que o relatório não corresponde às demandas dos partidos. "Isso (votar diretamente no plenário) acontece aqui toda hora", minimizou.

Ao avocar para o plenário da votação da PEC (Proposta da Emenda à Constituição), Cunha foi acusado de agir de forma "ditatorial" pelo deputado Henrique Fontana (PT-RS). "O presidente tem prerrogativas, mas ele não é um imperador. Ele não pode cancelar ao seu bel prazer comissões. Ele tem opiniões da reforma política. Ele é defensor do distritão e do aprofundamento do financiamento empresarial. Mas ele não pode usar a presidência para impor sua vontade", declarou Fontana.

"Ditatorial é colocar um único modelo", rebateu o peemedebista se referindo à proposta de financiamento público defendida pelo PT.

O presidente da Casa disse que também não se sentirá derrotado se o distritão - proposto pelo PMDB - não passar, mas destacou que o modelo pregado pelos petistas também não deve ser aprovado. (Do Estadão)

MPF lança campanha #CORRUPÇÃONÃO

O Ministério Público Federal (MPF) lançou ontem, 25, a campanha #CORRUPÇÃONÃO. A campanha visa a ampliar o debate sobre o combate à corrupção sobretudo nas mídias sociais, como Facebook e Twitter. Está no ar o hotsite oficial da campanha. O site explica que é preciso combater todas as formas de corrupção, desde as consideradas mais simples até as mais danosas à sociedade.

“Chegou a hora de mostrar que não concordamos com nenhum tipo de corrupção. Não importa o tamanho, o autor ou a situação. O papel de quem — como nós — deseja um mundo mais justo é dizer 'NÃO' a qualquer ato corrupto. Seja furar uma fila, subornar um guarda ou desviar dinheiro público”, diz o site da campanha.

O lançamento ocorreu durante o seminário que celebra dez anos de atuação do MPF na cooperação internacional. O evento teve a participação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e comemorou a criação da unidade de cooperação internacional. “Permitiu-se, assim, que o MPF continuasse a galgar lugar de destaque no cenário das relações internacionais, conforme, inclusive, estabelecido no nosso Planejamento Estratégico”, disse Janot. (Da Agência Brasil)

Debate sobre pacto federativo prossegue com marcha de prefeitos a Brasília

Foto: Edilson Rodrigues
O debate sobre a revisão do pacto federativo, tema de encontro com governadores realizado no Congresso Nacional, volta à pauta nesta semana. O presidente do Senado, Renan Calheiros, deve reunir-se com prefeitos das principais cidades brasileiras na quinta-feira, 28, três dias depois do início da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Os prefeitos apresentarão suas principais reivindicações ao Poder Legislativo, assim como fizeram os governadores em reunião com Renan e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

Um dos principais resultados da reunião com os governadores foi a criação da Comissão Especial de Assuntos Federativos, que vai identificar todas as propostas em tramitação no Senado que têm relação com o pacto federativo e buscar um consenso para acelerar a votação. A informação foi confirmada pelo presidente do colegiado, senador Walter Pinheiro (PT-BA) e pelo relator, senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE).

"Eu estou animado de que a gente possa entregar, de forma efetiva, deliberações do Congresso Nacional que vão animar a sociedade brasileira a encontrar os caminhos para a saída da crise", disse Bezerra. (Da Agência Senado)

Comissão é cancelada e reforma política vai a Plenário na terça com novo relator

Reunião do colegiado de líderes para discutir a pauta de votações
Foto: Luis Macedo
Os líderes partidários decidiram nesta segunda-feira, 25, que a reforma política será discutida por temas em Plenário e terá um novo relator, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). O texto do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), relator da comissão especial destinada a analisar o tema, não foi votado pela comissão, que teve a reunião desta segunda-feira cancelada.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, disse que a decisão de não votar a reforma política na comissão especial não foi tomada por ele, mas pelos líderes partidários. “A comissão especial tem uma representatividade que não expressa a proporcionalidade do Plenário, e o objetivo é que tudo seja votado”, disse. (Da Agência Câmara)

Primeiro dia de inscrições no Enem registra mais de 400 mil candidatos

Balanço divulgado na noite de ontem, 25, pelo Ministério da Educação (MEC) mostra que 410 mil estudantes se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) até as 19h. O período de inscrições começou e vai até o dia 5 de junho. O MEC espera que mais de 9 milhões de pessoas se candidatem para fazer o exame.

Os candidatos poderão se inscrever exclusivamente pela internet, no site do Enem. A taxa de inscrição custa R$ 63, que deverão ser pagos até o dia 10 de junho. As provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro em mais de 1,7 mil municípios em todo o país.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão concluindo o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Não importa a idade nem o ano do término do curso, basta que o interessado faça sua inscrição na página eletrônica do Enem. Estudantes que não terminarão o ensino médio este ano podem participar como treineiros ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior. (Da Agência Brasil)

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Lúcio Alcântara diz que Lei da Promoções dos PMs foi criada por ele

Em sua página na rede social Twitter, o ex-governador do Ceará, Lúcio Alcântara, classificou como justa a decisão do governador Camilo Santana (PT) de sancionar, a Lei das Promoções de PMs e Bombeiros. A solenidade ocorre no final da tarde de hoje, 25, no quartel do Comando da Polícia Militar do Estado.

Ainda conforme Lúcio, "a inclusão da promoção requerida na lei de promoção do Gov. Camilo é a volta do 'gatilho' criada por ele e eliminada por seu antecessor", no caso Cid Gomes.

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Eunício chama Zezinho Alburquerque de “engavetador”

Após articulação da base aliada na Assembleia, a CPI do Acquário Ceará foi barrada. A atitude do parlamento estadual chamou a atenção de líderes da oposição, dentre eles, o senador Eunício Oliveira (PMDB).

No último final semana, durante o Encontro Regional do PMDB, em Camocim, o senador chegou a classificar o deputado estadual e presidente da Assembleia, Zezinho Alburquerque, de “engavetador”, se referindo ao episódio.

O peemedebista ainda completou: “Quem não deve não teme, mas quem deve teme muito”.

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

"O Sertão É Um Mundo"

"Sede de chuva"
Em Vista Alegre, Quixeramobim.
Foto: Tarcísio Filho

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Governo do Estado reúne os três poderes para apresentar ações do Pacto pelo Ceará Pacífico

O governador Camilo Santana reuniu nesta segunda-feira (25), no Palácio da Abolição, os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) para apresentação de ações do Pacto pelo Ceará Pacífico, que engloba programas, projetos e ações voltadas para a prevenção da violência e redução da criminalidade. O encontro teve ainda a participação de entidades como a OAB, Defensoria, TRT, órgãos de segurança e secretários de várias áreas, além da Prefeitura de Fortaleza.

Durante o encontro, o governador apresentou a minuta do decreto que cria o comitê do Ceará Pacífico, que será discutido entre cada órgão, e reforçou o compromisso de ampliar esforços e recursos, estimulando a integração das ações, favorecendo a intersetorialidade e o aperfeiçoamento dos órgãos governamentais. O pacto será formalizado em Termo de Compromisso, subscrito pelos representantes dos três poderes, do Ministério Público e da Defensoria Pública, aberto a instituições e representações da sociedade civil. Para a organização e implementação do decreto, foram criados um Comitê de Governança, uma Secretaria Executiva, Câmaras Temáticas, uma Câmara de Articulação dos Poderes e Órgãos Autônomos e uma Câmara de Monitoramento e Análise. (Do Gov. do Estado)

Zezinho Albuquerque comanda sessão solene em homenagem aos 180 anos da Polícia Militar

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque (Pros), comandou, na manhã desta segunda-feira (25/05), sessão solene em homenagem aos 180 anos da Polícia Militar do Ceará.

O presidente afirmou que, sempre que for possível, a Casa irá homenagear a PM, “porque sabemos do grande serviço que a corporação presta a toda a sociedade”. Zezinho também parabenizou a todos que passaram pela instituição e contribuíram “até mesmo com suas vidas para que pudéssemos chegar a esse momento”.

O deputado Capitão Wagner (PR), autor do requerimento da solenidade, destacou o clima alegre dos festejos na corporação para celebrar a data.  “É um novo momento que a PM passa, com oficiais e praças dando as mãos em prol da segurança pública. A missão é árdua e não depende só da PM”, comentou.

O parlamentar também lembrou o lançamento do programa Ceará Pacífico, que é coordenado pela vice-governadora Izolda Cela e congrega vários segmentos ligados à segurança pública.  “Se todos os setores fizerem a sua parte, veremos a segurança bem longe das páginas de jornais com dados negativos”, avaliou.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Geovani Pinheiro da Silva, agradeceu a homenagem da AL. Ele informou que, hoje, a PM possui 16 mil homens distribuídos em 184 municípios.  “A prontidão do policial militar é sempre imediata, aonde quer que se faça necessária”, garantiu o coronel. O militar também destacou o trabalho realizado durante a Copa do Mundo, no ano passado, quando Fortaleza foi considerada a cidade sede com menos problemas de segurança.

Durante a solenidade, vários praças e oficiais receberam placas comemorativas. A sessão ainda contou com presença dos deputados Gony Arruda (PSD) e Sérgio Aguiar (Pros); do deputado federal Cabo Sabino (PR-CE); do comandante adjunto da PM, Hervando Macedo Júnior; da controladora geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública, Socorro França; do secretário chefe da Casa Militar, coronel Túlio Studart; da representante do comando da Escola de Aprendizes Marinheiros, primeiro-tenente Amanda Vasconcelos; e do comandante adjunto do Corpo de Bombeiros, coronel Heraldo Pacheco‏.

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Luizianne Lins já admite deixar o PT “se houver alguma coisa muito grave”

A ex-prefeita de Fortaleza e deputada federal Luizianne Lins (PT) reafirmou que tem recebido convites formais para mudar de partido, mas deve permanecer no PT. Ela participou, no sábado, da reunião do diretório municipal do PT, em Fortaleza, reforçou críticas à gestão do prefeito Roberto Cláudio (Pros) e enfatizou a defesa por candidatura própria do PT na disputa municipal do próximo ano.

“Há um sentimento muito forte de oposição ao atual governo. Há uma avaliação de que praticamente em todas as áreas a gestão piorou”, disse Luizianne. “Costumo dizer que o PT tem de ser protagonista nesse processo, não podemos terceirizar a representação social, passar para partidos terceiros que não significam nada para Fortaleza, partidos que são siglas de aluguel”, criticou a ex-prefeita.

Luizianne voltou a fazer acusações, sem citar nomes, de que está acontecendo “compra” de delegados do PT para interferirem no processo interno da legenda nas eleições de 2016. Em março, em entrevista ao O POVO, Luizianne havia acusado o prefeito de “cooptar” delegados em busca de apoio na campanha pela reeleição.

A deputada reafirmou que tem sido convidada “por diversos partidos” para deixar o PT, inclusive com convites formais. Segundo a petista, outras legendas acham que ela não tem espaço dentro do PT. No entanto, Luizianne ressalta que não considera mudar de sigla, exceto se houver “alguma coisa muito grave”.

Sobre a defesa que faz de que o PT deve disputar a Prefeitura de Fortaleza em 2016, Luizianne diz que prefere não antecipar a própria candidatura ao debate sobre nomes dentro da legenda. Segundo ela, há nomes como do deputado estadual Elmano de Freitas, do vereador Acrísio Sena, do secretário estadual da Cultura, Guilherme Sampaio, e do senador José Pimentel que podem ser colocados na discussão (Do O Povo)